Fátima / Belo Horizonte

            Irmã Lúcia / Raymundo Lopes

Uma verdade incontestável


     Nossa Senhora, na primeira aparição aos pastorzinhos, na Cova da Iria, em Fátima (Portugal), no dia 13 de maio de 1917, disse: “Vim para vos pedir que venhais aqui seis meses seguidos, no dia 13, a esta mesma hora. Depois vos direi quem sou e o que quero. Depois, voltarei ainda aqui uma sétima vez”.
Passados 81 anos, na mesma Cova da Iria, no dia 01 de junho de 1998, um belo garotinho que se titulou Anjo de Portugal e do Brasil, dá um surpreendente recado ao Sr. Raymundo Lopes:
    “A Santa Mãe de Deus manda lhe dizer que estará de retorno a este local, no dia 25 de julho do ano 2000, ao meio-dia.”
     Completar-se-iam exatamente 1260 dias (3 anos e meio ou 42 meses) a partir da última aparição ao Sr. Raymundo, ocorrida na Praça do Papa em Belo Horizonte, em 11 de fevereiro de 1997, período em que esteve afastada de Suas manifestações na terra.
    Nesse dia (25/07/2000) ele, acompanhado de um grande número de missionários, recebeu a Mãe de Jesus na Capela das Aparições, na Praça de Fátima.

O relato dessa aparição foi feito por partes, em ocasiões diferentes, constando de publicações desta Obra (livro O Terceiro Segredo de Fátima – A Vinda de Jesus, pág. 89, jornal O Retorno de Jesus, pág. 5).
     Nos dias que antecederam o retorno de Nossa Senhora, o Sr. Raymundo Lopes, em Portugal, viajou com os missionários por algumas cidades daquele país, dentre elas Coimbra, onde esteve no convento em que se encontrava enclausurada a Irmã Lúcia, na expectativa de encontrar-se com ela. Mas não lhe concederam esse encontro.
     Agora, em julho de 2013, ele recebeu o cartão que a Irmã Lúcia lhe escrevera naquela oportunidade, onde se lê:

 

“JMJ
Meu precioso Daniel S.S. Virgem falou-me que estava aqui mas
a Madre Superiora agora
eu não podia ve-lo
Devo-lhe um abraço
Sua dedicada junto
de J. e M
Maria Lucia
de Jesus”